Be the Narrative: how changing the narrative could revolutionize what it means to do human rights

Disponível em inglês e em espanhol, a pesquisa de Krizna Gomez e Thomas Coombes identifica uma estratégia narrativa tripla usada para reprimir e deslegitimar a defesa de direitos humanos – polêmica, crise e conflito – e propõe três respostas possíveis: cultura, cooperação e comunidade.

“Mesmo quando pensamos que estamos usando linguagem neutra, científica ou legal, nossas palavras podem ser interpretadas de maneiras que não esperamos.”

ACESSE AQUI A VERSÃO EM INGLÊS

ACESSE AQUI A VERSÃO EM ESPANHOL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *